Pular para o conteúdo principal

																
																												
            

Boas práticas ESG aliadas à tecnologia do ERP

A sigla ESG, Environmental, Social and Corporate Governance, entrou definitivamente no dicionário corporativo em 2021. O termo, que começou a ser utilizado nas décadas de 1970 e 1980, representa o comprometimento das empresas com boas práticas ambientais, sociais e de governança.

As ações de Environmental, Social and Corporate Governance podem ser resumidas como:

  • Environmental: a empresa se compromete a estimular a redução do desperdício de recursos naturais e realizar a implantação de medidas efetivas que atuem no sentido de evitar o esgotamento do meio ambiente.
  • Social:  envolve a avaliação do relacionamento da companhia com todos ao seu redor, colaboradores, fornecedores, clientes, terceirizados. As práticas propostas devem ser benéficas para o ciclo, implantando ações de integração, reconhecimento, diversidade, projetos cultuais e sociais.
  • Corporate Governance: destaca a transparência de resultados, além de analisar questões de liderança, estrutura de equipes, comitês reguladores, compliance, entregas governamentais e processos internos.

Podemos dizer que as companhias que se comprometem verdadeiramente com o trabalho as boas práticas do ESG enfrentarão menos problemas jurídicos e trabalhistas, pois têm a preocupação de agir baseadas em um conjunto de normas que favorece não apenas a empresa, mas todo o ecossistema.

 

Segundo informações do Itaú Asset, empresas que apostam nas boas práticas de ESG, consequentemente, aumentam receita, reduzem custos (por tomarem decisões mais inteligentes), minimizam problemas legais e aumentam a produtividade, focando nas atividades de acordo com um propósito bem definido.

 

Na América do Norte, Europa e Ásia, 22% dos grandes investidores já direcionam 75% ou mais do total de recursos a aplicações que integram os aspectos ambientais, sociais e de governança. Além disso, a Bloomberg estima que ESG deve atrair US$ 53 trilhões em investimentos em 2025.

Por que um ERP colabora nas práticas ESG?

Um sistema integrado de gestão empresarial, como o SAP S/4HANA, proporciona a visão completa e inteligente do negócio, com insights em tempo real indicando pontos de destaque e fraqueza para melhoria constante. Ou seja, os líderes das empresas conquistam mais clareza para decisões de risco e informações relevantes para a manutenção dos times.

 

O sistema SAP S/4HANA centraliza todas as informações da empresa de acordo com as principais necessidades das áreas, podendo ser padronizado de acordo com as prioridades definidas nos relatórios de boas práticas ESG para acompanhamento de eficiência e produtividade, gerando a sustentabilidade e desenvolvimento constante do ambiente corporativo.

 

Para alcançar essas boas práticas ambientais, sociais e de governança, é essencial apostar em tecnologias que forneçam a base de construção e acompanhamento necessária. Práticas de ESG, aliadas ao SAP atuando com inteligência artificial, tornam empresas mais eficientes.

Primeiros passos para implantar ESG na sua empresa em 2022

  1. Entrar em contato com a Phoron do Brasil para a implantação do SAP S/4HANA.
  2. Definir prioridades e desafios da sua empresa no ano de 2022.
  3. Elencar, dentro das prioridades e desafios, quais propostas de impacto social e ambiental poderão ser aplicadas com foco em ESG.
  4. Fazer um plano estratégico.
  5. Envolver todos da empresa nas ações, o SAP S/4HANA integrará os colaboradores de cada área em busca do cumprimento das metas ESG pré-definidas.

A Phoron do Brasil é o parceiro ideal para auxiliar as empresas na implantação do SAP S/4HANA e soluções complementares que atuem de acordo com as necessidades do sistema brasileiro e prioridades definidas pela empresa.

 

Entre em contato conosco e vamos garantir que o ERP da companhia atue de acordo com o melhor da tecnologia nas boas práticas de ESG.